Lakers Brasil
Artigos

Lakers e Celtics, o retorno!
Fonte - Atualizado por:Thiago Medeiros em 05/&mes/2008
Voltar

Olá caros leitores do lakersbrasil.com! Que semana de boas notícias nós tivemos. Mais do que nunca, o Lakers está ressurgindo, e, ao que tudo indica, rumo ao lugar mais familiar para quem conhece a história desta gloriosa franquia...As Finais da NBA!

É claro que isso pode soar precipitado, e, na verdade, é uma precipitação, mas, você torcedor do Lakers teria a oportunidade de se precipitar à este ponto no ano passado? Obviamente que não. Os prognósticos eram incertos e quase sempre negativos. Só para piorar um pouco, o maior e eterno rival do L.A., o Boston Celtics, se reforçava com ninguém menos que Kevin Garnett, além de contratar o sempre perigoso Ray Allen. Sem contar ainda o famoso pedido de troca de Kobe Bryant após o término da temporada, depois de mais uma eliminação dos Playoff's pelas mãos do Phoenix Suns, talvez o maior rival atualmente. O inferno parecia estar próximo de Los Angeles, alguns diriam até mesmo que lá era o inferno. Nada seria pior ou estava pior. Imagine o cenário, Kobe partindo, o time entrando em reconstrução novamente, e o Celtics rumo às Finais da Liga nesta temporada, justamente agora que a diferença de títulos entre as franquias é de apenas dois canecos (o Lakers tem 14 títulos, e o Celtics 16).

Começa a temporada deste ano. O Boston arrasa seus adversários, inclusive o Lakers. Todas as previsões indicam que, o time verde estará nas Finais, algo que no meu humilde ponto de vista, não será tão fácil assim de acontecer. Ainda temos um outro rival muito forte, o Detroit Pistons, não é prudente esquecê-los. Já o Lakers começou bem, não arrasador, mas bem. Vitórias expressivas contra bons times, incluindo o Phoenix Suns, entre outros, mostraram que o time evoluiu. Avançando no tempo, chegamos à janeiro. O Boston seguia dominando a Liga, mas, do outro lado, o Lakers surpreendentemente assumia a liderança da Conferência Oeste, graças à nova dupla Kobe Bryant e Andrew Bynum. O jovem pivô, de repente, começou a dominar os garrafões adversários. Mas, como nenhuma estrada rumo ao sucesso é fácil, assim que assumiu a liderança, o Lakers a perdeu. Bynum se machucou gravemente, e Chris Mihm, o outro pivô que o substituiria, já estava fora neste momento. O time encontrou problemas. Só para piorar, Trevor Ariza, destaque vindo do Orlando Magic também se machuca seriamente, e fica de fora. E vieram as derrotas.

Diriam alguns especialistas e colunistas que esta era a queda do Lakers. Como no ano passado, o time vinha bem, e as contusões chegaram para prejudicar e fadar o time à disputa pelas últimas vagas, e com risco de nem chegar à este patamar. Seria mais um ano perdido. Uma classificação depois do 5º lugar no Oeste, significa sair do Playoff's logo na 1ª fase. Eis que, numa jogada de mestre, o GM Mitch Kupchak adquire Pau Gasol, e, o melhor, sem deixar nenhuma peça importante sair do elenco. Kwame Brown foi embora, junto com as críticas sempre vinculadas à ele, Javaris Crittenton, um jovem armador e extremamente talentoso também sai, já que não tinha tempo de jogo com Jordan Farmar atuando tão bem. Duas escolhas de Draft também se foram, e ainda os direitos de Marc Gasol, curiosamente, pivô irmão de Pau Gasol, que chegou para revolucionar o time e trazer a esperança de títulos novamente para Los Angeles. Hoje, o Lakers não é mais uma aposta de sorte. Hoje, se analisarmos questões técnicas, jogadores, treinadores e mais do que nunca, talento, o L.A é candidato forte ao título, como o Celtics.

Assim, num passe de mágica (créditos para Mitch Kupchak), a NBA pode trazer de volta uma rivalidade escondida há duas décadas. Lakers vs Celtics. Imaginem uma final assim. Todos se lembram de Magic vs Bird, os tempos áureos da Liga, ginásios lotados, muita tensão, o Show Time. É claro que tem o Pistons, tem o Suns, os campeões em San Antonio. Mas nada é como Lakers e Celtics. Com o Knicks fora da briga, e, não há indícios hoje de que isso vá mudar, nem no futuro mais próximo, a NBA e os fãs torcem para que este clássico do esporte volte do passado para o presente, assim como foi Lakers e Pistons em 2004. Quem ganha com isso somos nós, torcedores e admiradores do bom basquete e do glamour que este esporte tem em sua essência, e que nos torna apaixonados por ele. GO LAKERS GO!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


COMENTÁRIOS


Login: Senha:        

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

RonaldoLakers [ 10/02/08 | 12:18 ]
A derrota mais sofrida e que está forte na memória é a contra o Detroit Pistons em 2004! Quero muito que a final deste ano seja contra o Pistons pra nos vingarmos, e deixa o Boston Celtics pro ano que vem, que ganharemos 2 ou 3 titulos seguidos de novo! No Oeste é despachar o Suns pra se vingar e o Spurs, carimbar a faixa deles, depois atropelar o Detroit! GO LAKERS GO!!!
Saulo Santos [ 06/02/08 | 20:24 ]
ótimo resumo da temporada Thiago, parabens. Enquanto isso vamos esperar essa tão sonhada final
Giulliano Lennon [ 06/02/08 | 17:41 ]
Exatamente, e claro, o Bulls também por ter sido de longe o melhor time dos anos 90, assim como foi o Lakers nessa década junto com o Spurs e também nos anos 50 e 80 e o Knicks também nos anos 70 junto com os Celtics que reinaram absolutos nos anos 60. Mas, se agora o Celtics aparece muito forte e parecem imbatíveis de novo com os seus "3 Mosqueteiros" (Garnett, Allen e Pierce), o Lakers se sobressairá a eles numa final por contar agora com o "Quarteto Fantástico" (Bryant, Bynum, Fisher e Gasol), fora o Lamar Odom que pra mim podia voltar pro banco por causa das últimas derrotas, mas agora parece estar progredindo novamente e brilhando também nas últimas vitórias, então, nesse momento, ele pode continuar na equipe titular. =)
Thiago [ 06/02/08 | 17:37 ]
Bela matéria,parabéns! Lakers vs Celtics eh eterno,embora tenha esfriado um pouco nos ultimos anos, mas sempre será a maior rivalidade da NBA!!!,graças ao Magic vs Bird.
ph [ 05/02/08 | 21:07 ]
ótimo! 2 timaços, se houver uma final dessas, promete ser a melhor dos ultimos anos! só falta o Knicks voltar a brilhar agora
André [ 05/02/08 | 20:59 ]
Muito bom tudo isso, é legal podemos lembrar de Magic vs Bird sem precisar ver videos! Fazia muito tempo que os dois times nao tinham equipes competitivas ao mesmo tempo

Untitled Document
ÚLTIMO JOGO
Quarta, 16 de Abril de 2014

Los Angeles Lakers

113 x 100
 
5º na Divisão do Pacífico: 27 - 55
Draft 2014-2015: 6ª escolha
2 vitórias seguidas
Últimas 10 partidas: 2 - 8
Jogos em casa: 14 - 27
Jogos fora de casa: 13 - 28
Próximos JogOS
Pré temporada - Outubro de 2014
 
Estatísticas
Pontos
Nick Young
17.9
pontos por partida

Rebotes Pau Gasol 9.7
Assistências K.Marshall 8.8
Roubadas Jodie Meeks 1.4
Tocos Pau Gasol 1.5
FG% Jordan Hill 54.9%
3pts% J.Farmar 43.8%
 
Classificação
Conferência Oeste
1 Spurs (62-20) 6 Warriors (51-31)
2 Thunder (58-23) 7 Grizzlies (50-32)
3 Clippers (57-25) 8 Mavs (49-33)
4 Rockets (54-28) 9 Suns (48-34)
5 Blazers (54-28) 14 Lakers (27-55)

Conferência Leste
1 Pacers (56-26) 6 Wizards (44-38)
2 Heat (54-28) 7 Bobcats (43-39)
3 Raptors (48-34) 8 Hawks (38-44)
4 Bulls (48-34) 9 Knicks (37-45)
5 Nets (44-38) 10 Cavs (33-49)

Classificado para os Playoffs