Lakers Brasil
Brown foi essencial na vitória
LA Times - Atualizado por: Thiago Medeiros em 28/05/2009
Voltar

O armador em seu 3º ano na Liga ajudou muito o Lakers a conseguir se reerguer no jogo e virar a partida contra o Denver Nuggets no Staples Center. Seu jogo defensivo em cima de Chauncey Billups foi essencial para conter os ataques do time adversário, e, no ataque, seu excelente aproveitamento nos arremessos impactaram positivamente à equipe, que alcançou a liderança no marcador e a 3ª vitória na série.

Definitivamente estes são tempos diferentes para Shannon Brown. Playoff's? Também, pois é algo que ele somente tinha presenciado em um jogo, ainda como um novato pelo Cleveland Cavaliers em 2007. Hoje, ele é solicitado a entrar nas partidas e ajudar o Lakers em suas necessidades, para dar um gás na equipe e levá-los adiante, assim como fez no 4º quarto da partida número 5 das Finais da Conferência Oeste contra o Denver Nuggets, ontem no Staples Center.

Ele aceitou o desafio e ajudou o L.A. a derrotar o Denver por 103 à 94, jogando 14 minutos e 14 segundos, tudo no 2º tempo. A defesa que praticou em Billups foi sensacional, e, tudo isso, com pouquíssimo conhecimento do sistema defensivo do time. "Definitivamente estou aprendendo", disse ele. "Ao mesmo tempo, acho que a comissão técnica e meus companheiros de equipe estão realizando um grande trabalho, me ajudando. Estão me auxiliando em tudo de bom que está acontecendo. É praticamente surreal, e, ao mesmo tempo, não se pode ter medo do momento", revelou Shannon.

Ele foi adquirido na troca que enviou Vladimir Radmanovic para o Charlotte, sendo que o Lakers ainda recebeu o ala Adam Morrison também. Brown atuou em 18 jogos na temporada regular, e em todas as 17 partidas dos Playoff's até o momento. O L.A. não sabia exatamente o que poderia encontrar no versátil armador, que, além de tudo, tem uma ótima estatura para a posição. "Ele realmente está aprendendo", disse o técnico Phil Jackson. "Shannon, ele não sabe muito como operar com nosso sistema. Ele é basicamente um ala jogando de armador", ressaltou o Mestre Zen.

Ele entrou pela primeira vez no jogo no 3º quarto, com 7:22 faltando no cronômetro e o Lakers atrás sete pontos do Nuggets. Quando ele saiu, restavam 4:02 no último período, recebendo aplausos da torcida que ficou de pé para saudá-lo, com o L.A. desta vez à frente por sete pontos. Brown jogou por 8 minutos no 4º quarto, exatamente na hora que o Lakers tentava abrir vantagem sobre o Denver. "Isso me dá uma grande dose de confiança, saber que ele confia em mim por me deixar jogando. Tudo que eu tenho que fazer é ir lá e jogar. Ir para a quadra e fazer tudo que ele confia à mim fazer. Ir lá e jogar basquete", resumiu ele.

Jackson revelou que não teve receio em colocá-lo para atuar em um período crítico da partida. "Eu o coloquei no jogo e ele conseguiu uma enterrada, uma ótima jogada que nos motivou, algo que animou a torcida", disse o técnico do L.A. "Acho que ele fez um grande trabalho na defesa. Converteu um grande arremesso quando o cronômetro estava expirando. Foi uma ótima jogada", analisou Phil. "Acredito que ele preencheu um vazio e nos ajudou muito". Na jogada da enterrada, ele cravou em cima de Chris Andersen, um exímio bloqueador de arremessos do Denver Nuggets. A torcida foi a loucura quando Gasol lhe passou a bola e ele finalizou com estilo. "Ele jogou para mim e eu finalizei", disse Shannon.

E esta não foi a única vez que eles se encontraram. No começo do 4º quarto, Lamar Odom enterrou sobre Andersen, que ainda cometeu a falta. Isso gerou uma discussão entre Chris e Shannon, fazendo com que os dois fossem pilhados com uma falta técnica. "Foi uma jogada em que houve um empurrão entre os dois, e Shannon não recuou, foi para cima dele", revelou Jackson. Outra jogada importante foi o arremesso que ele converteu faltando poucos segundos para expirar a posse de bola. Ele procurou por Bryant, que estava marcado, olhou para Gasol e Odom, que não podiam receber a bola, e percebeu Carmelo Anthony correndo em sua direção. Mesmo assim, com calma, ele fez o arremesso quase da linha de três pontos. "Aquele foi um arremesso que você treina só no quintal de casa, cinco, quatro, três, dois, um... entende o que quero dizer?", perguntou ele. "Melo marcou muito bem. Ele não iria cair na minha ameaça de arremessar. Então, tentei dois dribles para ver o que poderia fazer. Ninguém estava livre. Arremessei e caiu certo", explicou ele.

Outro fator essencial de seu jogo foi a ótima defesa praticada em cima de Chauncey Billups, que teve apenas três pontos no 2º tempo. Seu jogo defensivo, os grandes arremessos, o fato de não recuar a intimidações, toda esta adaptação faz parte de um processo para Brown. "Estou absorvendo tudo que os veteranos e os caras que já tem títulos da NBA e estiveram aqui antes estão me dizendo", disse ele. "Eu sento e fico ouvindo, não falo muito, vejo o que acontece como se assistisse à um filme. Estou tentando fazer de tudo para obter sucesso. Tento levar um dia após o outro, jogo à jogo, treino à treino", revelou o esforçado Shannon. Ele está no último ano de seu contrato que lhe paga U$ 797,581 mil dólares, e será agente livre no próximo ano. "Eu não quero entrar neste aspecto dos negócios. Você faz o que tem que fazer dentro da quadra e o resto fala por si", analisa ele.

Uma coisa é certa, se continuar neste caminho, com esta mentalidade, o futuro lhe reservará muitas coisas boas. E se for bom para ele, permanecendo um Laker, também será bom para nós! GO LAKERS GO!!!




-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

COMENTÁRIOS


comments powered by Disqus
Untitled Document
ÚLTIMO JOGO
Quarta, 16 de Abril de 2014

Los Angeles Lakers

113 x 100
 
5º na Divisão do Pacífico: 27 - 55
Draft 2014-2015: 6ª escolha
2 vitórias seguidas
Últimas 10 partidas: 2 - 8
Jogos em casa: 14 - 27
Jogos fora de casa: 13 - 28
Próximos JogOS
Pré temporada - Outubro de 2014
 
Estatísticas
Pontos
Nick Young
17.9
pontos por partida

Rebotes Pau Gasol 9.7
Assistências K.Marshall 8.8
Roubadas Jodie Meeks 1.4
Tocos Pau Gasol 1.5
FG% Jordan Hill 54.9%
3pts% J.Farmar 43.8%
 
Classificação
Conferência Oeste
1 Spurs (62-20) 6 Warriors (51-31)
2 Thunder (58-23) 7 Grizzlies (50-32)
3 Clippers (57-25) 8 Mavs (49-33)
4 Rockets (54-28) 9 Suns (48-34)
5 Blazers (54-28) 14 Lakers (27-55)

Conferência Leste
1 Pacers (56-26) 6 Wizards (44-38)
2 Heat (54-28) 7 Bobcats (43-39)
3 Raptors (48-34) 8 Hawks (38-44)
4 Bulls (48-34) 9 Knicks (37-45)
5 Nets (44-38) 10 Cavs (33-49)

Classificado para os Playoffs