Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Miguel Cascudo Filho

    30 de Agosto de 2018 por Miguel Cascudo Filho

    Depois de uma temporada marcada por irregularidades e lesões, Lonzo Ball não conseguiu fazer o seu início dos sonhos na NBA. Logo em seu primeiro jogo o “trash talker” Patrick Beverley já fez marcação dura no garoto, com faltas muitas vezes desnecessárias, tentando fazer com que Ball perdesse o foco já em sua estreia. Com isso, Lonzo saiu da partida com apenas três pontos e quatro assistências.

    O jovem armador perdeu trinta jogos por conta de três lesões que teve em seu joelho durante a temporada regular. Sendo assim jogou cinquenta e dois jogos, o que foi tempo o bastante para mostrar o seu valor em quadra e todo o seu talento. Comparando com outros armadores ele teve uma boa season ficando entre os top 10 armadores da liga em vários pontos importantes como assistências por jogo, rebotes por jogo, roubos de bola por jogo e tocos por jogo. Tendo isso em vista, Lonzo Ball é um jogador muito subestimado na liga. Muitos torcedores rivais e alguns jogadores de outras franquias não dão ao garoto o seu devido valor, muitas vezes por culpa de seu pai Lavar Ball.

    Agora respondendo a pergunta inicial:

    O que esperar de Lonzo Ball em sua segunda temporada?

    Se conseguir manter-se saudável ao longo dos jogos, Lonzo será muito importante para a equipe do Lakers. Durante a temporada passada, vimos o garoto mudar um pouco a sua mecânica de arremesso, fazendo com que a eficiência aumente, entretanto pode sim ser melhorado durante as férias. Mas vale lembrar que os pontos fortes do jovem armador, visão de jogo e boa defesa, ajudaram muito a equipe de Los Angeles a conseguir boas vitórias. E isso é o que esperamos dele.

    Mais uma vez esperamos que Luke Walton tenha uma forte defesa no perímetro. Durante a temporada passada o técnico fechava a região de três pontos com Brandon Ingram, KCP e Ball liderando a defesa.

    A defesa é o grande cartão de visitas que Ball deixou em sua primeira campanha na liga. Usando a stat de Defensive Real Plus-Minus da ESPN, que mede o diferencial defensivo que cada atleta causa em quadra, Lonzo foi o terceiro entre jogadores de sua posição, com +2,31. Em toda a liga, só ficaram a frente dele Dejounte Murray, do San Antonio Spurs, e Tyus Jones, do Minnesota Timberwolves. 

    Mentor e concorrente

    Uma grande vantagem para o menino de Los Angeles foi a contratação de Rajon Rondo. Os dois tem um estilo de jogo muito parecido e a experiência de Rondo, que já foi chamado por dirigentes do próprio Lakers como “um técnico em quadra”, com certeza ajudará no desenvolvimento de Lonzo.

    Além de mentor, Rondo também servirá como concorrente para a posição e os minutos do jovem armador, o que vai fazê-lo se dedicar mais nos treinos e jogos para não perder a vaga. É uma situação com a qual ele deve crescer muito. 

    Além disso também é esperado mais uma temporada boa entre a dupla Lonzo e Kyle Kuzma, e a possível combinação de jogo com LeBron James, que será mais evidente quando o armador alimentar James com passes quando este estiver no post.

    Essa será uma boa temporada para toda a equipe do Lakers, mas principalmente para Ball, que precisa de uma temporada saudável e de afirmação. Caso isso ocorra, deve ser um dos candidatos a MIP (Most Improved Player) da NBA. 


    Fala aí!