Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    30 de Janeiro de 2019 por Ricardo Romanelli

    Em 2017, Kyrie Irving chocou o mundo da NBA. Parceiro de LeBron James em três idas às Finais da NBA consecutivas, o armador disse que estava pronto para liderar seu próprio time e pediu que o Cleveland Cavaliers lhe trocasse. Seu pedido foi atendido e pouco tempo depois ele foi transferido ao Boston Celtics.

    De lá pra cá, James jogou mais uma temporada pelo Cavs e deixou o time para assinar com o Lakers. Para Irving, no entanto, a vida não tem sido fácil.  De fora dos playoffs no ano passado por uma lesão no joelho, ele viu o pivô Al Horford e o núcleo jovem do Celtics chegarem até o jogo 7 das Finais do Leste sem ele, contra o Cavs de LeBron. Nesta temporada, com ele de volta, o time tem demonstrado dificuldades em jogar de maneira consistente, e Kyrie tem sido muito cobrado para exercer mais liderança e envolver os companheiros no plano de jogo.

    Frustrado com as críticas e as dificuldades em exercer o papel que lhe é pedido, Irving chegou a ligar para LeBron nas últimas semanas, pedindo desculpas por ser um jovem imaturo no tempo em que atuavam juntos.

    Isso já deu lugar a uma série de especulações, que ganharam mais força quando LeBron postou em seu Instagram um vídeo, em que Kyrie estava marcado, e no qual ele cantava a música “Rewind” (rebobinar) de Fetty Wap, especificamente dando destaque a uma parte da letra que fala sobre reavivar uma relação antiga com uma pessoa.

    Agora, Ric Bucher (Bleacher Report) traz uma nova e interessante revelação:

    “Uma fonte próxima ao Celtics confirmou que Kyrie está genuinamente interessado em se reunir com seu antigo companheiro no Cavaliers. O interesse é real, disse a fonte”. – Ric Bucher.

    Com tudo isso a renovação de Kyrie com o Celtics, que já era dada como certa, passa a ficar em dúvida. A revelação surge ainda num momento deveras curioso, em que Anthony Davis pediu para ser trocado pelo New Orleans Pelicans e o Lakers aparece como principal interessado no pivô. Davis e Kyrie são amigos bastante próximos, e esta amizade era vista pelo Celtics como trunfo para tentar adquirir o astro do Pelicans. Será que afinal ela vai servir para reunir ambos com LeBron em Los Angeles?

    Fala aí!