Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    28 de Julho de 2021 por Renato Campos

    nba_a_selecao_americana_dos_sonhos_que_venceria_qualquer_time_nas_olimpiadas_de_toquio

    Antes da seleção dos Estados Unidos perder para a França por 83 a 76 no último domingo, a seleção masculina não perdia uma partida olímpica desde 2004, onde a equipe terminou com a medalha de bronze. A história se repetirá? Não sabemos até o momento, mas o que está claro é que esta equipe dos EUA não é a melhor que poderia estar em quadra nessas Olimpíadas.

    É claro, que ainda assim, a seleção americana é superior a grande maioria e pode ser considerado o melhor time da competição.

    Devido à pandemia e uma offseason encurtada, muitas das estrelas optaram por ficar de fora das Olimpíadas. Muitos dos veteranos mais rodados, que já ganharam uma medalha de ouro, escolheram o descanso em vez da glória. Outros estão tentando recuperar lesões que custaram a si próprios e à sua equipe na pós-temporada.

    Embora a equipe perfeita dos EUA possa não ter alguns desses jogadores se fosse montada hoje, ainda podemos sonhar com a combinação perfeita de jogadores da NBA.

    Com isso, o site Fadeaway World montou uma seleção com o que a NBA hoje tem de melhor, garantindo que essa seleção venceria qualquer outro time por no mínimo 20 pontos. Vamos a ela.

    Titulares

    Steph Curry, Kawhi Leonard, LeBron James, Kevin Durant e Anthony Davis

    Este time titular seria um time difícil de derrotar defensivamente. Encabeçado pelo três vezes Jogador Defensivo do Ano Kawhi Leonard e pelo ex-vice-campeão DPOY Anthony Davis, os adversários teriam seu maior talento reprimido com esta rotação. Steph Curry e LeBron James são ambos defensores subestimados, mesmo com 33 e 36 anos de idade, respectivamente.

    Quanto ao ataque, Curry seria rotulado como um armador, mas LeBron seria o condutor de bola desse grupo. LeBron seria capaz de facilitar um grupo de quatro pontuadores comprovados. Afinal, quando Davis estava saudável, LeBron liderou a liga em assistências em 2020.

    Curry vem de uma temporada em que liderou em pontuação com médias de 32 pontos por jogo. Curry não seria apenas o melhor armador arremessador dos EUA, mas também o melhor arremessador de toda Olimpíada. Durant, que ganhou duas finais como MVP enquanto jogava com Curry no Warriors, teve uma média de 26.9 pontos na última temporada pelo Nets e finalmente parece 100% saudável.

    Em teoria, essa quinteto inicial chegaria a uma campanha de 82 vitórias se todos eles jogassem juntos na NBA em uma temporada regular. Dada a potência da NBA, não há dúvida de que essa escalação levaria o EUA a outra medalha de ouro.

    Segunda unidade

    James Harden, Russell Westbrook, Paul George, Kyrie Irving, Zion Williamson, Bam Adebayo, Jrue Holiday

    Durant é o único titular desta equipe que realmente está disputando as Olimpíadas, enquanto Jrue Holiday e Bam Adebayo são as únicas peças da segunda unidade que estão com o grupo. Holiday fez uma baita atuação no Jogo 1, apesar da derrota para a França. Holiday liderou os EUA com 18 pontos depois de se juntar à equipe dois dias antes do primeiro jogo devido a um conflito de agendamento do Milwaukee Bucks, por conta das finais da NBA.

    Apesar do desempenho de Holiday e de seu primeiro título na liga, Holiday seria o 12º homem nesta lista. A defesa de Holiday é o ponto crucial de seu jogo, mas as primeiras opções seriam James Harden e Russell Westbrook. Harden é três vezes cestinha da liga, enquanto Westbrook é quatro vezes membro do clube com médias de triple-double.

    As opções são infinitas. Kyrie Irving com seu controle de bola absurdo e Paul George saindo de uma temporada de seus melhores playoffs na carreira. Ele também é um ótimo defensor e poderia fechar jogos se necessário. Zion Williamson ocupa a posição de pivô. Ele é grande e forte e pode fazer o jogo pesado do garrafão, como a França fez contra os EUA. Enquanto Adebayo é um grande jogador de mão dupla, Zion é mais forte, então os americanos teriam profundidade nas duas situações.

    Este banco é o melhor que você teria na competição. Realisticamente, você provavelmente poderia escolher cinco titulares neste banco e a equipe dos EUA ainda venceria a oposição por dois dígitos.

    Sem dúvida esse seria um time dificil de ser batido, mas como qualquer seleção ideal, sempre irão faltar jogadores para compor o time, ou mesmo para substituir algum nome titular. Sem pensar muito, a ausência de Damian Lillard nessa seleção é algo bastante difícil de aceitar, mas de qualquer forma, sem dúvida é um time muito forte.

    Fala aí!