Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    28 de Julho de 2021 por Renato Campos

    nba_vai_fazer_mudanca_crucial_em_regra_de_marcacao_de_faltas

    A NBA finalizou uma regra que limitará o número de movimentos não relacionados ao basquete que os jogadores usam para gerar chamadas de falta.

    Por Shams Charania do The Athletic e Stadium, a nova regra será implementada para a temporada 2021-22.

    Charania relatou em junho que a liga estava tentando limitar o número de tentativas que os jogadores geram em movimentos não relacionados ao basquete, com a NBA Summer League em agosto discutida como uma possível data de início para a mudança de regra.

    "As equipes de arbitragem da NBA serão treinadas para identificar e controlar adequadamente as ações não relacionadas ao basquete para iniciar o contato com o defensor - como o jogador atacante se lança contra o defensor, se desvia abruptamente do caminho, chuta a perna em um ângulo anormal ou seu defensor engancha o braço."

    O uso de movimentos que não sejam de basquete para gerar faltas tem sido um tema quente na NBA há algum tempo.

    James Harden, do Brooklyn Nets, e Trae Young, do Atlanta Hawks, são dois dos mais notórios infratores do movimento não relacionado ao basquete que recebe o apito dos árbitros.


    Normalmente, os jogadores usam um movimento de arremesso não natural e agitam suas pernas enquanto estão no ar para convencer o árbitro de que um jogador adversário os tocou para desequilibrar sua mecânica.

    Durante um jogo em 30 de dezembro contra o Nets, no qual Young foi para a linha de lance livre 16 vezes, o técnico do Brooklyn, Steve Nash, apareceu para dizer a um dos árbitros "isso não é basquete".

    Young respondeu em janeiro dizendo aos repórteres que "aprendeu muito sobre como desenhar faltas" assistindo Nash como jogador.

    + Barack Obama se torna peça chave da NBA na África

    + Clippers se junta ao Lakers em uma caçada de 5 times por DeMar DeRozan

    Dependendo da intensidade com que os árbitros irão aplicar as novas regras, os jogadores que garantem seus pontos na linha de lances livres, podem ter que encontrar uma nova maneira para isso.

    Fala aí!