Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    13 de Setembro de 2021 por Renato Campos

    as_25_melhores_duplas_da_historia_da_nba

    A NBA, pelo menos nas últimas quatro das cinco décadas, tem sido uma liga de superestrelas. No entanto, quando se trata de sucesso das equipes e títulos, geralmente os créditos não vão apenas para um jogador.

    O site Fanside fez uma lista bastante interessante com uma classificação das melhores duplas de toda a história da NBA. Vamos dar uma olhada.

    25. LeBron James e Anthony Davis, Lakers

    Uma das duplas de maior potencial da NBA no atual momento da liga é formada por Anthony Davis e LeBron James. Apesar de terem tido uma temporada conturbada com uma série de lesões, eles podem contribuir com 50 pontos de média todas as noites. Além de terem ganho um título de NBA no primeiro ano que jogaram juntos, o que faz LeBron e Davis estarem nessa lista é o que eles ainda podem fazer pelo Lakers nos próximos anos.

    24. Dirk Nowitzki e Steve Nash, Mavericks

    Dirk e Nash passaram seis temporadas juntos em Dallas, do final dos anos 1990 até os anos 2000. Embora não tenham dado um campeonato da NBA aos torcedores do Mavericks, a dupla levou o time a quatro aparições consecutivas nos playoffs durante esse período. Como a principal dupla ofensiva da época, Nowitzki e Nash eram ameaças constantes todas as noites.

    23. Charles Barkley e Kevin Johnson, Suns

    Chuck e KJ ajudaram a transformar o Suns em uma potência da Conferência Oeste durante suas quatro temporadas (1992-93-1995-96) juntos em Phoenix. Em sua primeira das quatro, Barkley e Johnson levaram o Suns às finais da NBA de 1993 contra o Chicago Bulls. Enquanto Barkley também passou um tempo na Filadélfia e em Houston, Johnson jogou quase todas as suas 12 temporadas da NBA com o Suns.

    22. Willis Reed e Walt Frazier, Knicks

    Houve muitos contribuintes importantes para as equipes do Knicks no início dos anos 1970, mas esses dois foram os pontos focais. O Reed foi a estrela do show naquela época, com média de pelo menos 20 pontos em cinco de suas 10 temporadas com o Knicks. Frazier, por sua vez, era o showman. Da temporada de 1969-70 à de 1973 -74, "Clyde", como era conhecido, teve uma média de 21.5 pontos, enquanto o Knicks chegou as finais da NBA três vezes durante esse período.

    21. Clyde Drexler e Terry Porter, Blazers

    Drexler e Porter foram um das melhores duplas de armação da história da NBA. Infelizmente, eles não foram capazes de trazer um campeonato para Portland, mas levaram o Blazers às finais em 1990 e 1992.

    20. Kevin Durant e Russell Westbrook, Thunder

    Ainda é meio surpreendente que Durant e Westbrook não tenham sido capazes de trazer um título para Oklahoma City durante seu tempo juntos, mas eles chegaram perto em 2012. Os dois podem não ter tido o melhor relacionamento com o passar do tempo. Ainda assim, não dá pra gente discutir com o talento que ambos trouxeram para a mesa quando juntos.

    19. Shaquille O'Neal e Anfernee Hardaway, Magic

    Shaq e Penny eram a dupla do momento quando jogavam em Orlando em meados da década de 1990. Ainda são um dos melhores combos da liga, O'Neal teve média de 27.2 pontos e 12.5 rebotes durante suas quatro temporadas com o Magic. Hardaway, por sua vez, acumulou 19.5 pontos e 7.0 assistências durante suas três temporadas jogando ao lado de Shaq. O ponto alto da dupla foi levar o Magic às finais da NBA em 1995.

    18. John Havlicek e Dave Cowens, Celtics

    O lendário Havlicek conquistou oito títulos com o Celtics. Dois deles vieram com Cowens em 1974 e 76. Durante essa temporada de 1974, Havlicek teve uma média de 22.6 pontos, enquanto Cowens marcou 19 por jogo. Cowens teve a mesma média em 1976 para o Celtics, que teve um grande grupo de estrelas durante o domínio da franquia até o final dos anos 1950 e nos anos 70. Mas poucos eram tão - ou mais - consistentes do que esses dois.

    17. Clyde Drexler e Hakeem Olajuwon, Rockets

    Drexler e Olajuwon não conseguiram ganhar um título da NCAA em Houston. No entanto, a dupla trouxe para a cidade um título de NBA durante a temporada de 1994-95. Durante essa campanha, Hakeem teve uma média de 33 pontos, 10.3 rebotes e 4.5 assistências. Drexler, por sua vez, teve 20.5, pontos, 7.0 rebotes e 5.0 assistências por noite, a caminho de registrar seu único campeonato da NBA.

    16. Kareem Abdul-Jabbar e Oscar Robertson, Bucks

    Embora o atual Milwaukee Bucks seja campeão da NBA, voltamos aos primeiros dias da franquia. Kareem e o "Big O" foram a espinha dorsal da corrida do Milwaukee ao campeonato de 1971 da NBA. Jabbar teve média de 31.7 pontos com 16.0 rebotes, enquanto Robertson fez 19.4 por um time que venceu 66 jogos na temporada regular.

    15. David Robinson e Tim Duncan, Spurs

    As Torres Gêmeas - versão San Antonio - ganharam dois títulos com o Spurs em 1999 e novamente em 2003, o primeiro com Robinson ainda jogando em um nível relativamente alto. Duncan estava em sua segunda temporada quando conquistou seu primeiro título pelo San Antonio e teve uma média de 23.8 pontos com 11.5 rebotes. O Almirante, nessa mesma temporada, anotou 15.6 pontos e 10.0 rebotes por jogo durante a pós-temporada.

    14. Stephen Curry e Klay Thompson, Warriors

    Embora as lesões tenham mantido essas duas estrelas fora das quadras recentemente, elas estão, com razão, entre as melhores duplas da história. Curry e Thompson conquistaram três títulos da NBA para o Warriors e cinco presenças no total nas finais entre 2014-15 a 2018-19. Uma vez saudáveis, será interessante ver se eles conseguem reencontrar o caminho do título.

    13. Gary Payton e Shawn Kemp, SuperSonics

    Para os torcedores dos anos 90, Payton e Kemp era uma das duplas preferidas da época. Payton acabou ganhando um campeonato com o Miami em 2006, mas ele e o Kemp tiveram um sucesso sólido em Seattle. Em 1992-93, eles ajudaram os Sonics a chegar às finais da Conferência Oeste. Três temporadas depois, com Kemp marcando 19.6 pontos e 11.4 rebotes por jogo e "The Glove" marcando 19.3 pontos, enquanto colaborava com 7.5 assistências e ainda jogava como poucos na defesa, o Sonics chegou às finais da NBA antes de perder para o Bulls.

    12. Julius Erving e Moses Malone, 76ers

    O título da NBA mais recente do Sixers foi em 1983. E os torcedores da Filadélfia podem agradecer ao Dr. J. e a Moses por tornar isso possível. Com Erving e Malone liderando durante a primeira das quatro temporadas juntos na Filadélfia, eles tiveram uma média de quase 50 pontos combinados. O Sixers chegou à final da Conferência Leste duas temporadas depois, com os dois novamente na linha de frente.

    11. Stephen Curry e Kevin Durant, Warriors

    Embora Curry e Klay Thompson tenham se estabelecido como lendas do Warriors, a adição de Durant aumentou o domínio. Também reuniu duas das maiores estrelas da liga. Nas três temporadas (2016-17-2018-19) Curry e Durant lideraram o ataque do Golden State, e o time venceu dois campeonatos e chegou às finais em 2019. Também durante esse período, Curry teve uma média de 26.3 pontos e Durant 25.8.

    10. Isiah Thomas e Joe Dumars, Pistons

    Os Bad Boys não eram apenas rudes. Eles também podiam jogar, e isso começou com uma das melhores duplas de defesa da história da NBA. Enquanto Thomas se tornará um craque de elite e armador, Dumars cresceu como uma ameaça ofensiva ao longo de sua carreira de 14 anos. Durante os títulos consecutivos do Detroit em 1989 e 90, Thomas e Dumars fizeram uma dobradinha como cestinhas da liga, respectivamente.

    9. Wilt Chamberlain e Jerry West, Lakers

    Chamberlain jogou suas últimas cinco temporadas da NBA (1968-69-1972-73) com o Lakers. Juntos, ele e West ajudaram o time a chegar às finais da NBA em quatro desses anos. Eles eram essencialmente o ponto focal da franquia na época. Embora a produção de Chamberlain tenha diminuído no final de sua carreira, ele e West celebraram um título da NBA em 1972. West teve uma média de 26.6 pontos jogando ao lado de Wilt em L.A.

    8. LeBron James e Dwyane Wade, Heat

    Sim, Chris Bosh desempenhou um papel fundamental no domínio de Miami durante a primeira metade da última década. Obviamente, James e Wade eram as estrelas e fizeram o Heat jogar em alto nível. De 2010-11 a 2013-14, LeBron teve uma média de 26.9 pontos e Wade marcou 22.2 por jogo, com o Heat tendo conquistado dois títulos e também perdeu nas finais em outras duas ocasiões.

    7. Tim Duncan e Tony Parker, Spurs

    Falamos sobre o sucesso de Duncan com David Robinson, mas Parker estava lá para aquele título de 2003. Juntamente com Duncan, Parker e o Spurs ganharam mais três campeonatos (2005, 2007 e 2004). Parker e Duncan tinham o tipo de química necessária para ganhar títulos. Parker também provou ser um pontuador capaz e ganhou as honras de MVP das Finais da NBA em 2007.

    6. Karl Malone e John Stockton, Utah Jazz

    Malone e Stockton era uma dupla divertida de assistir. E não era apenas porque eram grandes jogadores, mas também porque se conheciam muito bem. Stockton sabia quando e onde encontrar Malone, usando seus pontos fortes enquanto também utilizava sua dinâmica coletiva. Embora o Jazz tenha chegado às finais da NBA em 1997 e 98, Malone e Stockton nunca ganharam um título juntos.

    5. Larry Bird e Kevin McHale, Celtics

    Esses dois foram o coração da sequência de três títulos da NBA e cinco participações nas finais do Celtics de 1980-81 a 1986-87. Enquanto Bird era o superstar, McHale começou como um cara que faria o trabalho sujo. Mas de 1984-85 a 1989-90, McHale teve uma média de quase 21 pontos em cada uma dessas temporadas. A propósito, dê crédito a Bird por fazer questão de ajudar a elevar o jogo de McHale, especialmente no lado ofensivo, sem comprometer o seu próprio.

    4. Bill Russell e Bob Cousy, Celtics

    Houve muitas estrelas durante a dinastia Celtics das décadas de 1950 e 1960. No entanto, juntos, Russell e Cousy foram fortes durante a série de seis campeonatos da NBA e sete jogos em séries de títulos de 1956-57 a 1962-63 em Boston. Durante esse período, Russell era dominante e teve uma média de pelo menos 16 pontos em seis daquelas temporadas, enquanto Cousy marcou 20 ou mais por jogo em duas temporadas.

    3. Kobe Bryant e Shaquille O’Neal, Lakers

    Como sabemos, Shaq e Kobe tiveram seus problemas, mas ainda assim ganharam três títulos consecutivos da NBA. Eles também chegaram às finais da NBA por uma última vez, mas muitos acreditam que o Lakers poderia ter sido ainda mais dominante se os tivessem continuado juntos.

    2. Magic Johnson e Kareem Abdul-Jabbar, Lakers

    Os verdadeiros arquitetos do "Showtime" em Los Angeles, esta dupla lendária ajudou o Lakers a dominar a década de 1980, ganhando cinco títulos da NBA e chegando às finais mais três vezes enquanto estavam juntos. Havia também um respeito mútuo pelo outro, algo que as estrelas de hoje tendem a ter dificuldade em reunir com seus egos complicando as coisas. Nenhum companheiro de equipe se saiu melhor do que Magic e Kareem.

    1. Michael Jordan e Scottie Pippen, Bulls

    Aqueles que assistiram "The Last Dance" tiveram um vislumbre da relação entre esses dois membros do Hall da Fama que ajudaram o Bulls a conquistar seis títulos da NBA durante os anos 90. Jordan é sem dúvida o maior jogador da história da NBA, mas admite que deve muito desse sucesso a Pippen. Vindo de uma pequena cidade no Arkansas, Pippen é considerado um dos maiores defensores de todos os tempos e teve uma média de 20.3 pontos de 1990-91 a 1997-98.

    Fala aí!