Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    06 de Setembro de 2021 por Renato Campos

    nba_kyle_kuzma_conta_como_se_sentiu_ao_ser_trocado_para_o_wizards

    Antes do Lakers finalizar um acordo para adquirir Russell Westbrook do Washington Wizards, todos os sinais apontavam para o Lakers fazer um acordo com o Sacramento Kings.

    Com o Lakers procurando trazer um arremessador, um acordo envolvendo o armador do Kings, Buddy Hield, parecia estar se materializando e nos estágios finais de conclusão desde que a diretoria estava disposta a incluir sua escolha de primeira rodada para tal.

    Mas, antes que ambas as equipes pudessem concluir um negócio, o Wizards saltou na frente e ofereceu Westbrook por um pacote semelhante que o Lakers teria enviado por Hield.

    Os termos finais da negociação Lakers-Wizards viram Westbrook e três escolhas futuras de segunda rodada chegarem ao Lakers, enquanto Kyle Kuzma, Montrezl Harrell, Kentavious Caldwell-Pope e a escolha de primeira rodada do time neste draft, viajaram para a Conferência Leste.

    Foi um processo frenético para os jogadores envolvidos, e Kuzma explicou seus pensamentos à medida que a situação se desenrolava:

    “Fiquei meio chocado porque pensei que estava indo para Sac, com o acordo por Buddy Hield. Isso parecia que estava feito. Então, estou pensando na minha cabeça, 'Ok, estou em Sac, vôo de 45 minutos. Nada mal. Eu posso ir para Napa. 'Mas então, do nada, você está indo para Washington. Mas eu fiquei super empolgado, obviamente, porque é uma situação melhor. Ir para Sacramento teria sido divertido, eu teria enlouquecido, com certeza. Mas ter a oportunidade de jogar com Brad Beal - alguém que está tentando realmente ser um vencedor nesta liga - é a oportunidade perfeita"


    + Antes de fechar com DeAndre Jordan, Lakers estava de olho em velho conhecido

    + LeBron James sai em defesa de DeMar DeRozan por seus tempos no Raptors

    Depois de quatro temporadas com o Lakers, Kuzma desenvolveu gradualmente as ferramentas para ser um contribuidor sólido e versátil ao lado de LeBron James e Anthony Davis, mas nunca foi o jogador que todos esperavam em Los Angeles.

    Agora com Washington, ele precisará mostrar os flashes de suas duas primeiras temporadas no Lakers para ser um fator chave ao lado de Bradley Beal.

    Fala aí!