Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    28 de Novembro de 2021 por Renato Campos

    nba_russell_westbrook_por_ben_simmons_troca_sugeria_por_executivo_pode_acontecer

    Ainda estamos por volta da rodada de número 22 da atual temporada e como LeBron James disse, ainda não há necessidade para pânico. As temporadas da NBA tendem a ser muito diferentes após o réveillon, do que no mês de novembro. Ainda assim, mesmo com uma pequena amostra que tivemos do Lakers nesse início de temporada, sabemos que muita coisa tem que mudar para que o time realmente lute por um título.

    Com o avançar da temporada, espere também que os rumores de negociações voltem a aquecer, e embora seja difícil acreditar que o Lakers mexeria em seu BIG 3, alguns analistas já sugerem a troca de Russell Westbrook do time alegando que a química nunca vai existir com ele em quadra.

    Dito isso, realmente existem dois times com situações independentes, mas que segundo um executivo da liga, fariam sem muitas dificuldades uma negociação. E estes seriam o Lakers e o Sixers.

    Ben Simmons não está jogando pelo Sixers e não tem planos de vestir novamente o uniforme do time. Sua situação se transformou em uma partida de xadrez para a diretoria de Filadélfia que não teve sucesso em negociações anteriores com o jogador.

    De fato Russell Westbrook ainda não mostrou uma química em quadra suficiente para acreditar que esse time do Lakers tem condições de ser campeão. E embora os problemas do Lakers sejam maiores, Russ é uma estrela que o Sixers realmente poderia considerar.

    “Acho que a única coisa que faz sentido, que pode ser bom para todos no curto prazo, é enviar Russ por Ben Simmons”, disse um executivo da linha de frente da NBA ao site Fansided. “Há talento suficiente para os dois lados, positivo o suficiente para ambos os lados, há história em ambos os lados, conexões, muita coisa em comum para que talvez você consiga chegar a linha de chegada."

    O contrato curto de Westbrook atrairia o Sixers?

    Embora tudo isso não passe de especulação de executivos da liga, vamos avaliar o cenário.

    Tudo envolvendo essa ideia é um grande talvez, claro. Qualquer acordo desse tipo dependeria em grande parte do Sixers e de sua disposição de ter Westbrook por Simmons, especialmente com Tyrese Maxey a bordo e precisando de tempo de jogo. Maxey tem um pouco do jovem Westbrook em seu jogo, e seria difícil para o Sixers colocar os dois em quadra ao mesmo tempo.

    Mas há dois fatores que podem levar o Sixers a tal negócio. O primeiro é o contrato de Westbrook, que potencialmente termina este ano. Ele tem uma opção de US$ 44 milhões para a próxima temporada, no entanto, e é provável que aceite. Simmons assinou por mais quatro anos e US$ 130 milhões, então uma vantagem para o Sixers seria escapar dos últimos dois anos desse negócio.

    O outro fator é que o presidente do Sixers, Daryl Morey, tem um carinho por Westbrook, tendo negociado por ele em Houston em 2019 para colocá-lo em parceria com James Harden. Westbrook também teve um início de temporada lento, mas atingiu seu ritmo em dezembro e entrou nas conversas de MVP no final de janeiro. Em Houston, em 2019-20, de 9 de dezembro até a suspensão da temporada por causa do COVID-19, Westbrook teve uma média de 30.9 pontos e 50,8% de aproveitamento.

    Westbrook está com 33 anos, e tem bons números no Lakers com 26.5 pontos, 9.0 assistências, 9.8 rebotes em seus últimos quatro jogos.

    “Acho que Morey ainda gosta de Westbrook e poderia haver um acordo lá”, disse um GM de uma equipe do Leste ao Fansided. “Acho que você precisaria de uma terceira equipe para fazer o salário funcionar, porque o Lakers não tem muitos caras de nível intermediário ou escolhas de draft que possam agregar para atrair o interesse do Sixers. Mas tudo se resumiria se Russ seria o suficiente para um retorno por Simmons? Eles estão esperando pelos James Hardens e os Damian Lillards agora, e é uma questão de saber se isso muda. ”

    Lakers aceitaria uma troca?

    Por outro lado, o Lakers provavelmente não aceitaria uma troca Simmons-Westbrook. A diretoria vai continuar no objetivo de fazer o experimento Westbrook funcionar - todos nós conhecemos os jogadores e os negócios em potencial que eles deixaram pra trás para fazer Westbrook acontecer - mas a oportunidade de conseguir Simmons seria muito tentadora.

    Uma questão aqui é que Simmons é representado pela Klutch Sports, que também representa LeBron James, Anthony Davis e Talen Horton-Tucker. Rich Paul é a cara da empresa, mas acredita-se que James tem influência significativa dentro do grupo, e James certamente gostaria de resgatar Simmons da confusão do Sixers e tentar levantá-lo em Los Angeles.

    Mas o que o Lakers poderia acrescentar para fazer um negócio valer a pena para os Sixers? Eles não querem mover Horton-Tucker. Kendrick Nunn provavelmente não moveria mudaria muita coisa para o Sixers. Todos os outros no elenco são jogadores com contrato mínimo. Malik Monk? Austin Reaves? O Lakers pode incluir uma escolha de primeira rodada, mas eles não podem negociar uma até 2026.

    Conforme a temporada for avançando e os dois times não conseguirem aplicar em quadra o que foi planejado na offseason, tudo pode acontecer, mas apostaria alto que o Lakers não troca Westbrook até o fim do seu contrato.

    Relacionada: Ex-jogadores do Lakers não poupam atual elenco e fazem duras críticas.

    Acompanhe o LABR

    LABR no Instagram

    LABR no Twitter

    LABR no Facebook

    Fala aí!