Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    11 de Janeiro de 2022 por Renato Campos

    nba_o_que_o_lakers_pode_oferecer_por_miles_turner_ou_jerami_grant

    O Lakers foi recentemente mencionado em rumores de troca. Além de Jerami Grant que tem sido um dos jogadores mais cobiçados do mercado, o time teria agora em sua lista o pivô Miles Turner do Pacers, segundo o insider Shams Charania.

    Sobre Grant:

    "Vários equipes candidatas a playoffs estão atrás da estrela do Pistons, Jerami Grant: o Wizards, Knicks, Blazers, Lakers, entre outros, disseram fontes."

    Sobre Turner:

    "Equipes estão intensificando conversas com o Pacers envolvendo o armador Caris LaVert e o pivô Myles Turner. O Mavericks e o Knicks estão expressando interesse em negociar por Turner, disseram fontes. O Lakers e o Hornets também tem um nível de interesse no pivô."

    Grant ganha US$ 20 milhões por temporada. Turner ganha US$ 18 milhões. Pelo que valem, ambos jogadores poderiam receber o mesmo pacote do Lakers, que pode incluir Talen Horton-Tucker (US$ 9.5 milhões), Kendrick Nunn (US$ 5 milhões), um contrato mínimo, uma escolha de primeira rodada de 2027 ou 2028 e possivelmente dinheiro.

    Vamos dar uma olhada nas possibilidades pela perspectiva do Lakers.

    Grant será elegível para uma extensão de US$ 112 milhões por quatro anos nesta offseason. Antes de lesionar o polegar, o jogador tinha uma média de 20.1 pontos e 4.8 rebotes. Em 2020-21, sua primeira temporada em Detroit, ele teve uma produção semelhante de 22.1 pontos e 4.6 rebotes.

    Em teoria, Grant se encaixa no tipo de jogador que o Lakers poderia usar: um ala que pode jogar dentro e fora do garrafão e alternar posições. Ele seria também uma boa opção ofensiva para tirar um pouco do trabalho de LeBron.

    Abrir mão de THT de 21 anos e uma escolha de primeira rodada por Grant é um preço alto (o Pistons provavelmente pediriam Austin Reaves ou Malik Monk como o jogador de contrato mínimo, e de forma alguma o Lakers deve concordar com isso). Se eles enviarem Horton-Tucker, eles teriam que estender o contrato de Grant, que não provou ser um jogador que faz a diferença em um verdadeiro candidato a título. Por outro lado, o Lakers está operando na linha do tempo de LeBron, e Grant é um jogador muito melhor que Horton-Tucker, no momento.

    Certamente é possível que os pretendentes rivais superem a oferta do Lakers.

    O Lakers efetivamente se voltou para o small ball com Anthony Davis afastado. Isso forneceu uma sacudida de produção ofensiva e espaçamento em quadra e desencadeou um período dominante nos dois lados da quadra de LeBron James. Mas AD retornará em questão de semanas, e a estratégia do Lakers jogar sem pivô deve não ser mais o plano de jogo principal, especialmente nos playoffs.

    Turner tem uma média de 12.9 pontos, 7.2 rebotes e 2.9 tocos por jogo (liderando a NBA pela segunda temporada consecutiva), e fazendo isso em apenas 29.6 minutos em um time ruim do Pacers. Ele está acertando quase 35% de seus arremessos de três pontos, quase no mesmo ritmo do resto de sua carreira.

    Não está claro como a recente mudança de estratégia afeta a necessidade do Lakers por Turner. Mas o Lakers pode ter um jogador de espaçamento, proteção de garrafão, jovem e atlético que tanto precisam. O time pode ter também uma combinação de Westbrook-LeBron-AD-Turner como uma formação que poderia ter problemas de química no ataque. Por outro lado, a presença de Turner no perímetro pode suavizar a necessidade de arremesso de fora de AD.

    Considerando seu anseio por um papel maior em Indiana e com offseason de 2023 se aproximando, ele estaria disposto a desempenhar esse papel em Los Angeles?

    Em geral, o Lakers, com um calendário restante desafiador na temporada, precisará tomar uma decisão de filosofia de jogo antes do prazo de troca no dia 10 de fevereiro.

    Fique por dentro

    Desculpa de Russell Westbrook não convence torcida

    Acompanhe o LABR

    LABR no Youtube

    LABR no Instagram

    LABR no Twitter

    LABR no Facebook

    Estamos no Youtube!


    Fala aí!