Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    07 de Junho de 2022 postado por Renato Campos

    nba_russell_westbrook_tem_futuro_no_lakers_decidido_por_darvin_ham

    Depois que vários reports apontaram que Russell Westbrook poderia continuar no Lakers na próxima temporada, a entrevista de apresentação do novo técnico Darvin Ham teve poucas surpresas.

    Ainda assim, foi surpreendente ver Ham comentar com tanto entusiasmo sobre se o armador voltaria na próxima temporada:

    "Absolutamente", disse Ham, sem hesitar.

    Depois de tantos reports sobre o assunto, foi a primeira vez que a real intenção da franquia foi declarados publicamente, já que Ham deixou claro que Westbrook vai seguir em frente com o time e o que espera dele.

    greenrun_banner

    “Defensivamente é onde você vai nos ver dar nossos maiores saltos e limites. Temos que nos comprometer com o lado defensivo da bola ou não temos chance de fazer nada. Nosso ataque nem importará se não conseguirmos defender.”

    A convicção com a qual Ham fala quase faz você esquecer tudo de ruim que veio com Westbrook na última temporada. Das promessas não cumpridas no início da temporada ao estilo de jogo desajustado, o ano de Westbrook no Lakers dificilmente poderia ter sido pior.

    Mesmo com Westbrook tendo apontado dedos em sua entrevista final da última temporada, parece que o armador ganhou sobrevida em Los Angeles e vai ter uma nova chance para mostrar ao que veio.

    Ham detalhou as conversas que teve com Westbrook e usou uma palavra que a torcida já está acostumada a ouvir.

    “Russ e eu tivemos algumas conversas muito, muito boas. A palavra mais falada nesses papos foi “sacrifício”. Essa foi a palavra. Foi “sacrifício”. Vamos sacrificar tudo o que temos que fazer.

    “E não é apenas Russ. Haverá sacrifícios que LeBron terá que fazer, AD terá que fazer, por todo o resto de nosso elenco. Mais uma vez, temos que começar na nossa defesa.”

    Talvez Ham sinta que pode chegar a Westbrook de uma maneira que Vogel, LeBron James e Anthony Davis não conseguiram na temporada passada.

    Fala aí!