Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    05 de Agosto de 2022 postado por Renato Campos

    nba_5_grandes_trocas_por_russell_westbrook

    O training camp da NBA começa no próximo mês e por enquanto, Russell Westbrook está confirmado no elenco do Lakers.

    Desde que chegou a Los Angeles, o técnico Darvin Ham garante que vai tirar o melhor proveito do armador se ele ainda estiver por lá.

    Porém, todo mundo sabe que a diretoria do Lakers está fazendo de tudo para negociar Westbrook com outro time.

    Trocar Westbrook e seu contrato de US$ 47,1 milhões, deve exigir que a diretoria abra mão de futuras escolhas de primeira rodada, e possivelmente incluir alguns dos jovens talentos.

    O Lakers de hoje, não é melhor que o da temporada passada. Pelo menos no papel. O time ainda precisa de arremessadores confiáveis de três pontos e jogadores que podem defender o perímetro.

    Com base nos rumores nos últimos meses, o site Bleacher Report fez uma lista de 5 times que poderiam de fato negociar por Russell Westbrook.

    Todas essas trocas envolveria o Lakers abrindo mão de pelo menos uma futura escolha de primeira rodada, algo que a franquia tem sido extremamente hesitante em fazer.

    Segundo o Bleacher Report, cada uma das seguintes trocas foi projetada com a expectativa de que a franquia que receber Westbrook, pode optar por aplicar o buyout no jogador ou potencialmente usá-lo em outra troca.

    As explicações abaixo de cada sugestão, foram feitas pelo próprio Bleacher Report.

    Charlotte Hornets

    Lakers recebe: Gordon Hayward e Mason Plumlee.

    Hornets recebe: Russell Westbrook, escolha de primeira rodada de 2027 (sem proteção), escolha de segunda rodada de 2023

    Hayward simplesmente não conseguiu se manter saudável desde que chegou a Charlotte, jogando em 44 e 49 jogos em cada uma de suas duas temporadas.

    Ele ainda vai receber US$ 61,6 milhões nos próximos dois anos, e trocar Hayward e Plumlee por Westbrook abriria um espaço adicional de US$ 31,5 milhões na próxima offseason, enquanto LaMelo Ball ainda está em seu contrato de novato.

    Plumlee está com um contrato expirando e quase certamente não vai renovar depois que o Hornets selecionou os pivôs (Mark Williams e Kai Jones) na primeira rodada de cada um dos dois últimos drafts.

    Por que o Lakers aceitaria

    Hayward se encaixa perfeitamente na ala do Lakers, pois pode jogar com ou sem bola e ser um pontuador secundário ao lado de LeBron James. Ele também fez 40,2% de seus arremessos de três pontos nas últimas duas temporadas.

    As preocupações com lesões são reais, e é por isso que o Lakers sacrificaria apenas uma de suas futuras escolhas aqui. Com dois anos restantes em seu contrato, Los Angeles deve ser capaz de cortar seu salário na próxima temporada, se necessário.

    Plumlee é um titular sólido que ajudará a manter Anthony Davis na ala e é um passador extremamente subestimado que deve ser capaz de encontrar LeBron em infiltrações para a cesta algumas vezes durante os jogos.

    Nova escalação do Lakers:

    Kendrick Nunn,

    Gordon Hayward,

    LeBron James,

    Anthony Davis,

    Mason Plumlee.

    Dallas Mavericks

    Lakers recebe: Tim Hardaway Jr., Davis Bertans e Reggie Bullock

    Mavericks recebe: Russell Westbrook, Austin Reaves, escolhas de primeira rodada de 2027 e 2029 (sem proteção)

    O Mavs, mesmo depois de deixar Jalen Brunson sair por nada nesta offseason, estão com US$ 14,6 milhões acima do limite de impostos de luxo. Seu elenco está cheio de jogadores que estão sendo pagos acima de seu valor real, sem mencionar o recém-adquirido Christian Wood, que precisará de um novo contrato na próxima offseason.

    Junte a situação financeira apertada de Dallas e a perda de Brunson com equipes como Clippers e Nuggets, presumivelmente voltando com força total, e o Mavs pode estar em perigo de cair na classificação da Conferência Oeste.

    Perder Hardaway, Bertans e Bullock pode prejudicar as chances do Mavs de competir por um título em 2023, mas também abre US$ 45,4 milhões em espaço no limite no próximo verão, o que significa que Dallas teria espaço para assinar um agente livre de salário máximo para jogar com Doncic.

    O Mavs também teria uma nova escolha de draft como munição comercial e ganha um jovem jogador em Reaves para inserir na rotação para ajudar a compensar a perda de Hardaway. Um núcleo de Doncic, Wood, Spencer Dinwiddie, Dorian Finney-Smith, JaVale McGee, Maxi Kleber e Dwight Powell ainda é bom e agora tem uma perspectiva de longo prazo muito melhor.

    Trocar três jogadores por dois (e então presumivelmente aplicar o buyout em Westbrook) abriria um par de vagas no elenco para adicionar agentes livres ou ser agressivo no mercado de aquisição no final da temporada.

    Por que o Lakers aceitaria

    Esta é uma boa chegada de talentos para o Lakers, mesmo que o contrato de Bertans (três anos, US$ 49 milhões com opção de rescisão antecipada) seja bastante brutal.

    Hardaway é um armador que tem uma média de 15,7 pontos e 38,1% de arremessos de três nas últimas três temporadas. Bullock é a ala 3-D perfeita que esta equipe do Lakers precisa desesperadamente, e Bertans pode ser um dos melhores espaçadores de quadra da NBA quando saudáveis.

    Abrir mão de Reaves e duas escolhas de primeira rodada pode não ser fácil de lidar, mas essas são peças ideais para o Lakers ter algo interessante.

    Nova escalação do Lakers:

    Kendrick Nunn,

    Tim Hardaway Jr.,

    Reggie Bullock,

    LeBron James,

    Anthony Davis

    Indiana Pacers

    Lakers recebe: Myles Turner, Buddy Hield e T.J. McConnell

    Pacers recebe: Russell Westbrook, Austin Reaves, escolhas de primeira rodada de 2027 e 2029 (sem proteção)

    Essas duas equipes já discutiram um acordo semelhante com Turner e Hield para Los Angeles, que foi vetado depois que o Pacers pediu duas escolhas de primeira rodada, de acordo com Bob Kravitz, do The Athletic.

    Se Indiana quiser garantir as escolhas de 2027 e 2029 e liberar algum espaço adicional no limite salarial, McConnell também deve ser incluído no acordo.

    Essa troca abriria um espaço adicional de US$ 28 milhões no limite para o Pacers na próxima offseason e faria de Daniel Theis o jogador mais bem pago do elenco, com apenas US$ 9,1 milhões. Essa é uma quantidade incrível de flexibilidade financeira para uma equipe que já apresenta algumas peças principais jovens e teria um par extra de escolas de primeira rodada para usar no futuro.

    Por que o Lakers aceitaria

    Este é provavelmente o melhor retorno de talento que o Lakers poderia obter por Westbrook, mesmo que isso signifique abrir mão de suas escolhas.

    Hield teve uma média de 18,2 pontos, 5,1 rebotes e 4,8 assistências após sua ida para o Indiana na última temporada e é um arremessador de 39,8 por cento de três na sua carreira.

    Turner daria a Los Angeles um grande upgrade no garrafão ao lado de Anthony Davis, e sua habilidade de arremesso de três pontos mantém todos espalhados no ataque.

    McConnell é o armador reserva perfeito com seu passe e habilidade defensiva, alguém que pode comandar o ataque quando LeBron James precisa de um descanso.

    Nova escalação do Lakers:

    Kendrick Nunn,

    Buddy Hield,

    LeBron James,

    Anthony Davis,

    Myles Turner

    New York Knicks

    Lakers recebe: Julius Randle e Evan Fournier

    Knicks recebe: Russell Westbrook, escolha de primeira rodada de 2027 (top-5 protegido)

    De acordo com o insider da NBA Marc Stein, o Knicks "vai explorar cenários para trocar Julius Randle" se puder adquirir Donovan Mitchell em uma troca, com o contrato expirante de Westbrook parecendo uma excelente opção para fazê-lo.

    Mas por que parar por aí?

    Fournier ainda vai receber US$ 36,9 milhões nos próximos dois anos, com uma opção de equipe de US$ 19 milhões em 2024-25. Se o Knicks adquirir Mitchell e presumivelmente iniciasse RJ Barrett como ala, Fournier se tornaria um reserva caro em Nova York.

    A mudança de Randle e Fournier por Westbrook criaria US$ 44,6 milhões em redução de cap em 2023. Se uma negociação realmente acontecer por Mitchell, ele teria a chance de recrutar outra estrela para Nova York para se juntar a um núcleo com Barrett, Jalen Brunson, Mitchell Robinson e outros.

    Isso também pode se transformar em um acordo de três equipes, com a escolha futura do Lakers sendo usada para ajudar o Knicks a adquirir Mitchell.

    Por que o Lakers aceitaria

    Randle e Fournier são muito bem pagos, e ainda podem ser titulares de qualidade na NBA.

    Randle está a apenas um ano de vencer o "Most Improved Player" da liga, com média de 24,1 pontos, 10,2 rebotes, 6,0 assistências e 41,1% de aproveitamento de três, enquanto Fournier (14,1 pontos em 38,9% de três na última temporada) deve prosperar como um espaçador ao lado de LeBron James.

    Dada a quantidade de dinheiro restante em cada um de seus contratos, o Lakers apenas sacrificaria a escolha de 2027 e conseguem manter a de 2029.

    Randle não é necessariamente o melhor ajuste para este elenco, mas ele é sem dúvida o melhor jogador que o Lakers pode realmente receber em troca de Westbrook.

    Nova escalação do Lakers:

    Kendrick Nunn,

    Evan Fournier,

    LeBron James,

    Julius Randle,

    Anthony Davis.

    San Antonio Spurs

    Lakers recebe: Doug McDermott e Josh Richardson

    Spurs recebe: Russell Westbrook, escolha de primeira rodada de 2027 (sem proteção), escolha de segunda rodada de 2023, escolha de segunda rodada de 2025

    O Spurs está obviamente se reconstruindo após a troca de Dejounte Murray. Com este acordo, ele pode coletar três escolhas adicionais de draft e aumentar suas chances na seleção número 1 projetada, Victor Wembanyama.

    Trocar o contrato de Westbrook por McDermott's ajuda a abrir US$ 13,8 milhões em espaço adicional no próximo verão, quando o Spurs pode se tornar grandes compradores na agencia livre.

    O Spurs pode incluir Jakob Poeltl no acordo e pedir também a escolha de primeira rodada do Lakers em 2029.

    Por que o Lakers aceitaria

    Esta é a melhor chance para o Lakers adicionar alguns arremessadores ao redor de LeBron James e Anthony Davis, já que McDermott (42,2%) e Richardson (41,5%) tiveram bons aproveitamentos de três pontos na última temporada.

    Richardson também é um defensor de qualidade que pode alternar entre várias posições, algo que o Lakers precisa desesperadamente.

    A negociação imediatamente economizaria US$ 21,1 milhões para o Lakers, colocando-os US$ 3,9 milhões abaixo do imposto de luxo depois de pagar US$ 45,1 milhões em multas no ano passado.

    Nova escalação do Lakers:

    Kendrick Nunn,

    Josh Richardson,

    Doug McDermott,

    LeBron James,

    Anthony Davis

    Fala aí!